WhatsApp da Agência CWS

Dicas do que NÃO fazer no Facebook da sua empresa

Hoje em dia, é quase uma regra ter uma página de Facebook para o seu negócio. É através dela que você pode estreitar a relação entre empresa-cliente, humanizar a marca e se destacar no cada vez mais concorrido universo do marketing digital. Porém, existe uma linha tênue entre o tipo de conteúdo a ser postado e o tipo de conteúdo a ser evitado – e basta 1 postagem fora da curva para a sua marca sofrer consequências, muitas vezes, irreversíveis.

Diante disso, vamos destacar abaixo algumas dicas do que você NÃO deve fazer na página da sua empresa no Facebook. Vale ressaltar que essas dicas podem variar de empresa para empresa. Não é uma regra geral. Dito isso, vamos às dicas?

1. Textos muito longos

O Facebook é uma rede social em que as imagens têm grande relevância. Some-se a isso o fato de que boa parte do público costuma acessá-lo através do celular e pronto: suas postagens com textos longos poderão ser rapidamente ignoradas. Crie posts baseados em imagens bacanas e forneça apenas textos curtos e que vão direto ao ponto. Se você for do tipo que gosta de escrever textos longos, opte por criar um blog, como o nosso aqui.

2. Guarde as suas opiniões

Como eu disse antes, existe uma linha tênue que pode se romper de um segundo para outro (ou melhor, de um post para outro). A fanpage da sua empresa existe, essencialmente, para mostrar os seus produtos e criar interação com clientes e fãs. Portanto, evite expor opiniões pessoais em seus posts, sejam elas políticas, religiosas ou de cunho social. Por mais que a sua vontade de opinar seja enorme, guarde as suas opiniões para si. Um único post “polêmico” pode se transformar em um monstro incontrolável e irreversível.

3. Postar muito pouco

Fazer 1 postagem por mês não fará com que ninguém se lembre de você. Siga uma boa frequência de postagens, mas evite postar muito também. Lembre-se que o excesso é sempre prejudicial e se você publicar 5, 10 posts por dia, vai acabar cansando os seus seguidores muito rapidamente. Tenha bom senso e poste com regularidade.

4. Os memes são legais, mas não se usados abusivamente

Memes são aquelas piadas ou fotos ou analogias que acabam viralizando e ganhando inúmeras versões nas redes sociais. A vida útil de um meme é relativamente curta, dependendo do quanto ele viraliza e cativa o público. Encher as suas postagens com esse tipo de conteúdo pode fazer a sua marca perder credibilidade e, dependendo do tipo de seu público-alvo, pode até pegar mal e passar uma impressão errada sobre o que sua marca pensa. Sim, você pode usar memes, mas com cautela e de forma inteligente.

5. Evite erros de português

Nós sabemos que o nosso idioma pode ser complicado às vezes, com todas as suas regrinhas e nuances que o tornam único. Publicar posts com erros de português abala a credibilidade da sua marca e pode ainda acabar virando piada nas redes sociais. Antes de publicar, cheque se está tudo certo. Caso tenha dúvidas, use e abuse do Google para encontrar o jeito certo de se escrever aquela palavrinha que o está deixando com um ponto de interrogação atrás da orelha.

6. Não use qualquer imagem

Sendo o Facebook uma rede social em que fotos tem uma imensa relevância, não vá cometer o erro de ilustrar os seus posts com qualquer foto que você encontrar por aí. Escolha fotos com boa qualidade de imagem e se for pegar fotos do Google ou de outros sites, verifique sempre a fonte das mesmas ou você poderá ter sérios problemas com direito de imagem. Opte por bancos de imagens, tais como o Shutterstock, Depositphotos ou Free Stock Photos Bank.

7. Não deixe os seus fãs sem resposta

É de grande importância a tarefa de realizar SAC no Facebook da sua empresa. Caso você não tenha tempo para fazer esse serviço enquanto empreende o seu negócio, nós aqui da Agência CWS contamos com uma equipe especializada e apta a fazer esse trabalho para você. Outra dica é fornecer de forma clara e objetiva quais são os seus canais de atendimento. Nunca deixe os seus seguidores sem resposta ou eles poderão procurar por uma empresa que os tratem de forma mais personalizada.

Artigo originalmente publicado em 28 de março de 2018.
Artigo atualizado em 17 de março de 2022.

Deixe um comentário